7 de abr de 2010




FICHINHA TÉCNICA.
Nome: Takuto Kira.
idade(no início da série): não se sabe ao certo, mas é por volta de dezesseis anos.
data de nascimento: desconhecida.
comida que mais gosta: pudim.
pontos fracos: brigar com o Izumi
pontos fortes: ajudar a Mitsuki, e cantar tambem.
sonho: quando ele era vivo, supõe-se que fosse se tornar um grande cantor. Mas, sinceramente, nunca foi mencionado nada sobre isso.







___________________ quem é??

 Takuto, quando vivo, era um órfão com uma exelente voz que cantava no mesmo grupo que o pai da Mitsuki e o doutor Wakaohji. Mas daí ele teve um problema na garganta e, como não podia mais cantar (o Wakaohi operou ele), se tacou de um prédio e morreu. Ou melhor, pensou que morreu. Porque o grande mistério de Takuto nunca ter conseguido, de fato, se tornar um shinigami completo foi porque ele ainda estava vivo, em coma.
  faz dupla com a Meroko na ala pediátrica do mundo dos shinigamis. Numa de suas missões, os dois foram escolhidos para descobrir quem estava tentando impedir a morte de uma menina chamada Mitsuki. Quando a conhece, Takuto passa a fazer de tudo para ajudá-la a realizar seu sonho. Dali a um tempo, ganha de volta as lembranças de quando vivo, e, logo depois, se apaixona pela protagonista da história. Isso é uma das poucas diferenças que ele sofre, entre o mangá e o anime. No mangá, Takuto está mais preocupado com o fato de ele ser um shinigami, e Mitsuki, uma humana. Já no mangá, o verdadeiro problema é que Mitsuki não consegue esquecer Eichi.
  Takuto é um pouco reclamão e chato, ao mesmo tempo que é super protetor e amigo. Vive se metendo em brigas, em especial com Izumi. Ah, devo dizer que ele vira um gatinho de pelúcia como disfarce.
  No anime Takuto, para não virar um fantasma, é obrigado a beber o orvalho de uma flor que só poderia ser encontrada no mundo dos shinigamis. No final, se dá a entender que sua memória é recuperada. Enquanto isso, no mangá, Takuto nunca vira, de fato, um fantasma, porem, quando volta a vida, demore três anos para rever Mitsuki e os outros. Não se diz ao certo, mas é bem provável que não consiga ver mais os shinigamis.

_________________ na visão da Arina...

  Um shinigami um tanto rude nas palavras. Ele veste roupas assim porque eu queria que ele parecesse um brinquedo. A aparência de um gato vem do desenho que aparecia junto comigo nos meus autoretratos (enfim, criei um personagem assim). A primeira aparição foi no 7º volume do "kamikaze kaito jeanne". aqueles que desejam ser fanáticos pelo Takuto na figura de gato, pro favor, chamen-no de "neko-kun" (risos).

________________ super dicionário Full Moon wo sagashite.

  Takuto kira
- Takuto quando vivo teve uma vida bem dramática.
- parece que a pessoa que ele mais odeia nesse mundo é o Aoi.
- parece que a pessoa que ele mais gosta nesse mundo é o Aoi tambem.
Takuto Kira.
- a autora achava que não faria tanto sucesso, mas é um shinigami "meia-boca" que ficou em primeiro lugr disparado no ranking de popularidade.
- Mas ele é o herói que estará sempre em segundo lugar no coração da Mitsuki.
- Ele subiu até o segundo lugar, Mitsuki?
- Isso fica só entre nós, mas ele provavelmente estaria namorando a Meroko se não tivesse conhecido a Mitsuki.
- A autora achou a ideia de ter um personagem homem com orelhas de gato bem inovadora.
- porque será que takkun foi diminuindo o número de vezes que a chamava de "pixota" ou "pirralha"?
- há quem diga que ele não conseguiu levar a alma do Eichi porque ficou impressionado com a beleza do rapaz.
- quantas pessoas repararam que o gato desenhado na sua luva faz uma cara trsite nas cenas mais sérias?
- adora pudim.
- possui uma péssima lembrança de ter sido maltratado pelo Izumi a ponto de perder cabelo por isso.
- como ele gosta da Kago, do grupo Morning musume, então a Mitsuki já fazia seu tipo.
Takuto gatinho.
- outra forma do Takuto, que é mais popular até que o Eichi.
- tem uma barriguinha fofinha.
- Mas até que é bem magrinho no anime (risos).
- mas continua com essa cara ridícula. (gargalhadas).

Postado por usagi-chan às 13:09 //

0 Comentários

Postar um comentário